Fundação Itesp comunica que atividades internas continuam. Saiba como acessar nossos trabalhos!

Como medida de prevenção ao COVID-19 (novo Coronavírus), a Fundação Itesp comunica aos produtores rurais dos assentamentos, comunidades quilombolas e beneficiários da regularização fundiária que os escritórios regionais estão fechados para atendimento ao público, mas as atividades internas continuam sendo executadas por telefone, aplicativo de mensagens ou pelo e-mail institucional itesp@itesp.sp.gov.br. Na página da Fundação Itesp na internet www.itesp.sp.gov.br também é possível encontrar o e-mail dos responsáveis de todas as áreas.

Aos produtores rurais de assentamentos e comunidades quilombolas é importante a continuidade dos trabalhos de abastecimento, das compras públicas via PPAIS (Programa Paulista da Agricultura de Interesse Social), PNAE (Programa Nacional de Abastecimento Escolar) e o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos). As entregas são primordiais para que a comercialização dos alimentos continue a gerar renda no campo e abasteça os principais mercados.

Com relação aos programas de regularização fundiária urbana e rural, a área responsável da Fundação Itesp continua trabalhando, mas sem atendimento ao público. Os casos mais urgentes, os encaminhamentos aos cartórios e respostas de e-mails estão sendo realizados normalmente. Dúvidas devem ser encaminhadas por e-mail ou telefone do escritório pertencente a sua região.

Todos esses procedimentos estão sendo adotados para evitar qualquer tipo de exposição ou aglomeração. A Fundação Itesp alerta para que as pessoas fiquem em casa, para que os produtores e as comunidades quilombolas busquem alternativas de abastecimento onde possam evitar aglomerações de pessoas. Muito importante salientar que ao voltarem para as suas propriedades, utilizem todos os protocolos de limpeza para evitar a contaminação do novo coronavírus.

Ao entrar em casa, deixe os sapatos do lado de fora, lave as mãos, de preferência coloque a roupa que estava utilizando para lavar e tome um banho. É importante que a contaminação não chegue no campo para que o abastecimento e a comercialização dos alimentos continuem e a renda familiar seja mantida.